domingo, 1 de abril de 2007


perdoa-me
acolhe-me
sussurrando esperança
ao entardecer da fé

pai

meus anjos adoeceram
abandonei-os ao relento
deles roubando a dor
para nutrir-me os restos
aos quais chamarei, horizonte

Um comentário:

Mulher na Janela disse...

douglas querido...
nossos sonhos se dispersam, perdida a fé nos tempos vindouros...
por isso acho que os anjos moram na entrada do inferno, amortecendo nossa queda!

um abraço forte!