quarta-feira, 2 de maio de 2007


tua é a redenção
porque são teus os pecados
e és tu a remir os corpos
que hei de macular

3 comentários:

Ana M disse...

vou fazer teu livro meu. decido já. junto tudo o que me toca aqui e leio à própria sorte a garrafa de vinho. rouge.
hellà!, bisou.

diovvani mendonça disse...

Eh, você fica mesmo espalhado.

cm disse...

...como o eterno se faz pedaço quando o madeiro nos carrega o olhar...