sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

antevi
e já não sei
crer


3 comentários:

Rubens da Cunha disse...

te capturei de novo para que minhas palavras pudessem ser libertadas.

obrigado

Lucius Kod disse...

meu breve e silencioso divino-deus!

qntas eras, silêncios, suspiros e soluços.

estou tb em outras casas, procurando outros nomes para flores, outros endereços, outra vida:

http://onomedarosa.wordpress.com/

casa essa em construção, precisando de ti, ó meu arquiteto de escombros!

vem, adentra-me. espero-te no escuro.

dpois, perscruta-me em vermelho. mas movendo-se, dentro d mim.

há braços.

Kanauã Kaluanã disse...

Se antevi
um véu caiu
um dogma ruiu
e se posso ver
perguntar se antevem
ao crer

Douglas, teus espaços são de sucumbir nossos olhares.

Intenso.

Um abraço.

Katyuscia.