quinta-feira, 8 de março de 2007


soubeste algum dia
dos lamentos meus
a dor que esmiuçavas
quando meu resto de fé
surdo de ti inventava
fendas no azul da noite
para escapar à solidão?

Um comentário:

Ana disse...

meus lamentos eram todos sabidos. mas ontem contei ao meu resto de fé que o medo podia partir. mandei fechar todas as fendas da noite. para que a solidão virasse senhora da lua. e eu de mim. joguei todas as pedras fora. não restou nenhuma areia da terra. do ontem.